Home / Amazonas / Crise nacional pode levar deputados no AM a reduzir 10% do salário

Crise nacional pode levar deputados no AM a reduzir 10% do salário

A curta semana por conta do feriado religioso deve dar tempo de definir na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) a redução dos salários dos deputados estaduais. A ideia, que já circula na Casa desde outubro do ano passado, levantada pelo deputado José Ricardo (PT), foi retomada nas últimas semanas pela base governista.

O corte que vem sendo discutido é de 10% no salário de cada deputado, ou R$ 2,5 mil, e daria ao caixa da ALE um fôlego de R$ 60 mil mensais ou quase 800 mil reais ao ano, se considerado que o parlamentar também recebe 13º salário.

O principal argumento dos que defendem a ideia, que não é unanimidade na casa, são as dificuldades do Governo do Estado em manter a fatia do Poder no bolo orçamentário.

A principal confirmação do tamanho da crise no Amazonas foi revelada com a divulgação do PIB dos Estados. O do Amazonas recuou a 9,1%, que deixou o Estado com o pior desempenho das economias regionais em 2015. Isso preocupa os deputados diante da possibilidade de redução de até R$ 50 milhões nas receitas da ALE neste ano.

O sinal vermelho para a ALE-AM, segundo o presidente, deputado Josué Neto (PSD), foi a queda de R$ 110 milhões na arrecadação do estado nos dois primeiros meses deste ano.

Josué Neto faz as contas e afirma que a casa já economizou R$ 20 milhões com cortes de gastos em coquetéis, diárias e passagens, regalias nos gabinetes, energia elétrica para elevadores e até no tradicional cafezinho. A casa já funciona com horário de expediente reduzido, de 8 às 14h.

Ele trata logo de tranquilizar dizendo que novos cortes não vão atingir servidores, nem mesmo os comissionados.

Fonte: Blog do Neuton

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *