Home / Amazonas / AMAZONAS DIZ ‘SIM’ AO IMPEACHMENT DE DILMA ROUSSEF

AMAZONAS DIZ ‘SIM’ AO IMPEACHMENT DE DILMA ROUSSEF

Toda a bancada do Amazonas na Câmara dos Deputados votou a favor da abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff, na tarde deste domingo (17). Os deputados federais Alfredo Nascimento (PR), Átila Lins (PSD), Arthur Bisneto (PSDB), Conceição Sampaio (PP), Hissa Abrahão (PDT), Marcos Rotta (PMDB), Pauderney Avelino (DEM) e Silas Câmara (PRB) votaram contra Dilma.

Pela definição do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), e ratificada pelo Supremo Tribunal Federal, a votação do impeachment da abertura de processo da presidente Dilma obedece alternância entre Estados do Norte e do Sul do Brasil. Com isso, o Amazonas foi o oitavo Estado a votar após os parlamentares de Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Amapá, Pará, Paraná e Mato Grosso do Sul.pontanegracxc

Sem surpresas, o líder da oposição na Câmara dos Deputados, Pauderney Avelino (DEM), e Arthur Bisneto (PSDB) seguiram os posicionamentos dos respectivos partidos contrários ao Governo Dilma e votaram pela abertura do processo de impeachment. Do partido do vice-presidente Michel Temer, Marcos Rotta (PMDB) também votou contra Dilma assim como Átila Lins (PSD), Conceição Sampaio (PP) e Silas Câmara (PRB).

Nas eleições presidenciais de 2014, Dilma Rousseff (PT) venceu o candidato do PSDB, Aécio Neves. No Amazonas, a petista obteve 65,02% dos votos, ganhando em todas as 62 cidades do Estado. Em Manaus, D
ilma alcançou 56,43% dos votos contra 43,57% de Aécio. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Ex-ministro do Transportes no primeiro mandato de Dilma, Alfredo Nascimento (PR) optou por votar a favor do impeachment da ex-aliada assim como o deputado federal Hissa Abrahão  (PDT) que somente revelou o voto ao se pronunciar na Câmara dos Deputados.

Os deputados federais do Amazonas foram vaiados por manifestantes contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, concentrados no Largo do São Sebastião, localizado no Centro de Manaus. Durante a votação do processo, todo foram chamados de golpistas.amanda

“Não concordamos com os nossos deputados. São políticos que são contra os movimentos sociais. Já esperavamos isso. Não votei em nenhum, mas é uma posição de políticos que estão longe da vontade popular dentro do Amazonas”, disse a professora, Katia Couto, 47.

“Eles não nos representa verdadeiramente. Representam a elite de Manaus, que eles pertencem. O povo do Amazonas que foi beneficiado não foi representanto, e não a maior parte da sociedade. Eu nem votei neles, por isso estou traquilo”,  disse o Professor Jordan Lima, 50.

FONTE: DIÁRIO DO AMAZONAS

One comment

  1. Esses são os votos de gratidão que os deputados, tanto do Amazonas, quanto de Rondônia deram aos 12 anos de governo em investir pesadamente em nossa região. Nunca nenhum governo deu tanta atenção ao nosso estado. Será que eles são mesmos exemplos de honestidade quanto tentaram repassar para o povo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *