Home / Capa / UFC Belém tem vitória de Lyoto Machida em combate parelho e sangrento

UFC Belém tem vitória de Lyoto Machida em combate parelho e sangrento

por Guga Noblat

Lyoto Machida voltou a ser Lyoto Machida na questão da estratégia, quase com um jogo puro de caratê que depende de contragolpes e giros constantes. Ele acaba de derrotar o americano Eryk Anders no UFC promovido em Belém do Pará. Mas Lyoto Machida jamais será como o Lyoto Machida de uns anos atrás quando vivia o ápice da carreira com chutes capazes de fazer voar o dente dos adversários, como aconteceu com Randy Couture.

Há pouco, Lyoto sabia que o confronto contra o atleta nove anos mais jovem Eryk Anders era a do tipo “matar ou morrer”. Como vinha de três derrotas e só uma luta em 2017 por ter caído num antidoping bastante contestado, Lyoto precisava da vitória para ganhar uma sobrevida no UFC e quem sabe até uma nova chance um dia de ser campeão. Ele foi campeão meio-pesado (93kg) em 2009 e teve mais duas chances de ser o dono do cinturão depois disso, mas fracassou. Ai baixou para os pesos-médios (84kg).

Nesta noite, mais de 12 mil pessoas compareceram à arena Guilherme Paraense para assistir de perto ao herói local. Apesar de ter nascido em Salvador (BA), Lyoto cresceu no Pará, mas nunca tinha lutado por lá. A vitória contra Eryk se deu depois de cinco rounds de cinco minutos. Foi uma luta parelha que deu margem a qualquer resultado. Tanto que um jurado viu vitória do americano, o que tornou o combate uma decisão dividida a favor do brasileiro.

Lyoto girou e acertou bons chutes, mas foi quedado algumas vezes e levou uma joelhada que abriu um corte profundo e sangrento. Os chutes na perna e alguns diretos foram as principais armas de Lyoto que só jogou no contragolpe, como nos velhos tempos.

O UFC Belém teve ao todo 11 lutas, 9 delas vencidas por brasileiros. Para saber tudo o que rolou leia o blog.

Card principal
Peso médio: Lyoto Machida derrotou Eryk Anders na decisão dividida dos juízes (48-47, 47-48, 49-46)
Peso mosca: Valentina Shevchenko finalizou Priscila Pedrita com um mata-leão a 4m25s do R2
Peso leve: Michel Trator derrotou Desmond Green na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)
Peso pesado: Tim Johnson derrotou Marcelo Golm na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)
Peso médio: Thiago Marreta derrota Anthony Smith por nocaute técnico a 1m03s do R2
Peso galo: Douglas de Andrade derrotou Marlon Vera na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Card preliminar
Peso meio-médio: Serginho Moraes derrotou Tim Means na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)
Peso leve: Alan Nuguette derrotou Damir Hadzovic na decisão unânime dos juízes (30-25, 30-27, 30-27)
Peso galo: Iuri Marajó derrotou Joe Soto por nocaute técnico a 1m06s do R1
Peso mosca: Deiveson Figueiredo derrotou Joseph Morales por nocaute técnico a 4m34s
Peso mosca: Polyana Viana finalizou Maia Stevenson com um mata-leão a 3m50s do R1

Fonte: globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *