Home / Capa / Professora é assassinada por ex – cabo do exército em Humaitá

Professora é assassinada por ex – cabo do exército em Humaitá

O crime ocorreu em Humaitá, e surpreendeu a todos pelo fato da vítima ser professora da Escola Estadual Marly Carvalho Lobato e bastante conhecida em nosso meio social. O acusado que é ex – cabo temporário do exército e esposo da vítima encontra-se foragido, e segundo informações colhidas em meio a populares, o acusado está sendo convencido pela família a se entregar, mas até o momento em que escrevemos esta matéria o acusado não foi encontrado.

O CRIME

Segundo informações colhidas por populares, o corpo foi encontrado na residência do casal pelo pai do suspeito, por volta das 05 horas da manhã desra segunda-feira . A casa estava fechada desde a noite de sábado, o que causou estranheza do mesmo que ao acordar de madrugada resolveu verificar se havia algo errado. Diante da insistência em chamar e ninguém responder, conseguiu abrir forçando a porta onde acabou encontrando o corpo da professora Keyliane Silva Ribeiro, que estava no banheiro e com algumas perfurações no corpo, o que pode ter causado sua morte no local. Segundo declarações do pai do acusado, o corpo já estava duro o que indica que o crime pode ter ocorrido ainda na noite de domingo.

OS MOTIVOS

Oficialmente ainda não são conhecidos, porém suspeita-se de duas vertentes que, circulam nas redes sociais e grupos de whatsapp.

1º – A vítima que é mãe de duas crianças, teria descoberto que seu esposo identificado como Plínio Fernandes, ex- CB do 54º BIS, que teria um suposto caso outra mulher e não suportou as cobranças de sua esposa, que anunciou separação, e teria cobrado o desfalque de uma quantia em dinheiro de sua conta pessoal, efetuado pelo esposo.

2º – O acusado teria gasto dinheiro da vítima com sua suposta amante, e a quantia teria ultrapassado R$ 3 mil reais, o que revoltou a esposa que, passou a cobrar insistentemente do marido, o valor gasto por ele que não teria gostado do fato, que culminou com sua ira ao ponto de desferir facadas no corpo da vítima, que teria corrido ao banheiro tentando se proteger, mas infelizmente não teve defesa.

JUSTIFICATIVAS

As informações acima descritas são meras suposições, e podem não condizerem com a realidade dos fatos. Como o crime foi de grande repercussão em nossa cidade, o que gerou uma avalanche de cobrança de notícias sobre o fato, nossa reportagem, colheu as informações relatas logo acima, porém deixa claro que, tudo são meras suposições e que a verdade deve ser esclarecida, após o acusado ser encontrado e ouvido pelo delegado de polícia civil local. Maiores informações a qualquer momento.

One comment

  1. um filho da mãe como pode fazer isso com minha professora esse zbct

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *