Pré-candidato à Presidência, Doria fala nesta quinta (9) em Manaus sobre gestão eficiente

Prefeito de São Paulo apresentará suas ideias a empresários e políticos do Amazonas em palestra no Clube do Trabalhador do Sesi e visitará o Polo Industrial09/11/2017 às 05:02

Show doria
A presença do tucano é muito esperada pelo empresariado, que também espera ouvir do presidenciável suas opiniões a respeito da Zona Franca de Manaus (ZFM). Foto: Divulgação

Camila Pereira
Manaus (AM)

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), chega a Manaus na manhã desta quinta-feira (08). Na agenda, haverá um encontro, no Clube do Trabalhador do Sesi, na Zona Leste de Manaus, com empresários do Estado, incluindo uma palestra exclusiva para convidados, com o tema “Gestão Eficiente”. O evento é organizado pelo movimento Ação Empresarial do Amazonas.

Pré-candidato à Presidência da República, Doria está visitando diversos Estados na tentativa de ampliar sua influência em nível nacional nos meios empresarial e político. O objetivo é preparar sua eventual candidatura, que ainda depende de prévias a serem realizadas pelo PSDB, provavelmente, no início do próximo ano.

Em sua palestra, Doria vai falar sobre “gestão eficiente” para um público de empresários no Clube do Trabalhador do Sesi. A presença do tucano é muito esperada pelo empresariado, que também espera ouvir do presidenciável suas opiniões a respeito da Zona Franca de Manaus (ZFM), que vem enfrentando dificuldades na gestão do presidente Michel Temer (PMDB).

Expectativa

Para o presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco, esta será uma oportunidade de conhecer a visão de Doria a respeito da região Norte, bem como a sua economia. “Esse encontro, para nós não tem nenhum cunho político. No nosso entendimento, o João Doria é uma expressão política, mais por conta dos posicionamentos que teve como empresário. Queremos ver o entendimento do empresário de sucesso que hoje está militando na atividade política, sobre o Brasil, considerando a região Norte. E também como ele enxerga, como político, essa nossa interação com o País”, afirmou Périco.

Ainda de acordo com Périco, a impressão que os empresários possuem é que o Brasil está ‘de costas’ para a região norte. “As indagações que porventura aconteçam, acredito que serão nesse sentido”, ressaltou. “Acreditamos que boa parte das soluções para o País, está aqui”.

Ainda em sua visita, Doria concederá entrevistas a meios de comunicação e irá fazer uma breve visita nas instalações da fábrica Moto  Honda da Amazônia – uma das maiores do Polo Industrial de Manaus -, acompanhado do vice-presidente e diretores da multinacional.

De acordo com o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Nelson Azevedo, a Ação empresarial deverá receber outros presidenciáveis ao longo do ano que vem, quando ocorrem as eleições gerais.

A Ação Empresarial é formada pela Fieam, Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Amazonas (Fecomércio AM), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (FAEA), Associação Comercial do Amazonas (ACA) e Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM), além da Câmara Nipo-Brasileira do Amazonas (Kaigisho),

Política

A assessoria de comunicação do PSDB regional informou que não houve comunicado sobre a vinda de Doria para a capital. A reportagem tentou entrar em contato com Mário Barros, presidente do diretório estadual do PSDB, mas não houve retorno.

Em Manaus, Doria não encontrará com a maior liderança tucana do Estado, o prefeito de Manaus, Artur Neto (PSDB), que está na Tailândia. O encontro entre os dois seria uma situação curiosa, uma vez que Artur segue com o propósito de também disputar a Presidência da República no pleito do próximo ano, conforme entrevista dada em setembro à revista Veja. Na ocasião, o  prefeito pediu, também, que fossem realizadas prévias nacionais dentro do partido tucano.

Ao mesmo tempo em que roda o Brasil buscando apoio, João Doria luta para viabilizar sua candidatura dentro do PSDB. Ontem, ele descartou a possibilidade de concorrer como vice de Geraldo Alckmin em 2018. A interlocutores, ele disse que nunca considerou essa tese e foi mal interpretado quando afirmou, por educação, que “tudo é possível”. O grupo de Doria credita o balão de ensaio ao vice-governador de São Paulo, Marcio França, que deseja o caminho livre para disputar o governo daquele Estado. Com o movimento, Doria volta a se colocar na disputa presidencial e deve disputar as prévias tendo seu padrinho político Geraldo Alckmin como principal concorrente.

Perfil

Nome: João Doria

Idade: 61

Nome: João Agripino da Costa Doria Junior

Estudos: Empresário e jornalista

Experiência: Membro do Conselho Deliberativo do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, fundador da LIDE, Grupo de Líderes Empresariais; preside o Grupo Doria, grupo de Comunicação e Marketing;  chefiou a Embratur . Eleito com mais de 3 milhões de votos em 1º turno, para prefeitura de São Paulo.

Agenda em  Manaus

*10h às 11h30 – Prefeito de São Paulo concede entrevista aos meios de comunicação. Entre eles, o Jornal A CRÍTICA;

*12h30 – João Doria participa de Almoço/Palestra com empresários locais no  Clube do Trabalhador do Amazonas, localizado na Alameda Cosme Ferreira 7.399, São José I, zona leste de Manaus;

*14h30 – Doria concede entrevista coletiva aos meios de comunicação, também no Clube do Trabalhador;

* 15h – A comitiva do prefeito de São Paulo faz deslocamento para visita à fábrica da Honda, no Distrito Industrial;

* 15h30 – Visita às instalações da fábrica da Honda, no Distrito Industrial com o vice-presidente e diretores da multinacional;

*17h30 – Decolagem para São Paulo.

Blog: Nelson Azevedo, vice-presidente da Fieam

Vamos receber todos os que virem pra cá. Não sabemos se ele virá como pré-candidato ou apenas conversar. Acredito que esse é o momento de mostrarmos as nossas peculiaridades, nossas preocupações. Não sabemos como será o teor da conversa. Não temos um propósito específico ou cunho político. Vamos receber o prefeito e saber o que ele tem a dizer. Dependendo do que ele falar, podemos questionar, saber o que entende da nossa reunião. Ele tem uma vivência muito grande no âmbito nacional, uma experiência grande,  ele deve ter alguma sensibilidade sobre a nossa região aqui.

Ainda não tive a oportunidade de conversar com ele. Eu sei que tem um viés do setor empresarial muito forte, a gente já vê que é um perfil diferente daqueles políticos tradicionais. Vamos recebê-lo como qualquer um que está pretenso, nosso cuidado é com a nossa galinha dos ovos de ouro, que é o Polo Industrial de Manaus.

Artur cumpre agenda na Tailândia

O prefeito de Manaus, Artur Virgilio (PSDB), que já destacou a sua vontade de disputar a Presidência da República, não deverá encontrar com o prefeito de São Paulo, João Doria, em sua visita a Manaus.

A Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) informou que o prefeito está cumprindo agenda em Bangkok, na Tailândia, a convite do Banco Mundial para participar do Programa Cidades Resilientes ao lado de outros 25 prefeitos do mundo inteiro. De lá, o prefeito segue para a Alemanha, onde participa dos debates da COP23, sendo convidado do prefeito da cidade de Bonn, anfitriã do evento.

Para disputar a eleição, o prefeito Artur Neto precisa se desincompatibilizar seis meses antes da realização do pleito de 2018, deixando Marcos Rotta (PSDB) no comando da capital amazonense. Rotta disse que está preparado para assumir o cargo.

fonte: acritica.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *