Home / Capa / Polêmicas, gol no fim e até troca de juiz: Fluminense e Flamengo ficam no empate

Polêmicas, gol no fim e até troca de juiz: Fluminense e Flamengo ficam no empate

Fluminense e Flamengo fizeram um clássico com tudo que um jogo com tamanha rivalidade costuma pedir. No fim, depois de polêmicas, reclamações e graças a um gol já aos 49 do segundo tempo, um empate por 2 a 2.

O Flu saiu na frente com Wendel, enquanto o Fla reclamou de pênaltis. O Fla empatou com Diego, enquanto o Flu reclamava de impedimento no lance do gol. Um pênalti mais indiscutível foi convertido por Henrique Ceifador, mas Trauco, já aos 49 do segundo tempo, deixou tudo igual.

  • Cadê a defesa?

Em um primeiro tempo truncado, as únicas chances foram em falhas da defesa do Flamengo. Na primeira, o Flu desperdiçou uma saída de jogo toda atrapalhada de Márcio Araújo com um chute de Scarpa travado pelo goleiro Thiago.

Na segunda, porém, não teve perdão. Aos 36 minutos, Wendel deixou a bola com Scarpa e entrou na área. A defesa não acompanhou e ele apareceu sozinho, de frente para o gol para desviar. A bola ainda bateu na trave, mas com todos os zagueiro e também com o goleiro parados no lance, o mesmo Wendel aproveitou para empurrar para o gol.

  • Pênaltis?

O Flamengo, porém, reclamou de dois pênaltis não marcados na etapa inicial.

No primeiro, Henrique ficou o tempo todo agarrado a Guerrero enquanto uma bola era cruzada na área. No segundo, Scarpa puxou o braço de Rodinei enquanto o lateral tentava invadir a área.

  • Impedido?

O Flu, porém, também teve do que reclamar. Aos 9 minutos do segundo tempo, o Flamengo conseguiu o empate graças a um lance polêmico.

William Arão levantou a bola na direção da área, Diego se enroscou com o zagueiro e a sobra ficou com Everton, que estava impedido no começo do lance. Lucas ainda travou o primeiro chute, Júlio César defendeu o rebote de Guerrero, mas a bola ainda voltou para Diego empurrar para as redes.

  • Troca de juiz

Aos 19, um lance inusitado.

O juiz Vinícius Gonçalves Dias de Araújo sentiu um problema na coxa e teve que deixar o campo. O posto dele ficou com Flávio Rodrigues de Souza, que era o assistente da linha de fundo.

  • Agora sim: pênalti!

Já com o juiz novo em campo, o Flu ficou na frente de novo com um gol de pênalti – após sobreviver a uma blitz flamenguista.

Aos 34, Richarlison foi lançado e ia entrando sozinho na área. Juan deu o carrinho e acabou derrubando o atacante tricolor. O árbitro marcou e, na cobrança, Henrique Ceifador mandou no cantinho para marcar seu oitavo gol na competição.

O goleiro Thiago até encostou na bola, mas não conseguiu evitar.

Fla-Flu © Getty Fla-Flu

  • Tudo igual!

Quando tudo parecia se encaminhar para uma vitória tricolor, Trauco estragou a festa da torcida do Flu.

Aos 49 do segundo tempo, o peruano recebeu livre na entrada da área e, mesmo no meio da defesa, arriscou o chute. Deu certo! A bola quicou no meio do caminho e enganou o goleiro Júlio César.

Fluminense © Gazeta Press Fluminense

fonte: www.msn.com/pt-br/esportes/brasileirao-serie-a

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *