Home / Amazonas / MATUPÍ SONHA, E SUA EMANCIPAÇÃO ESTA PRÓXIMA

MATUPÍ SONHA, E SUA EMANCIPAÇÃO ESTA PRÓXIMA

 

Santo Antônio de Matupí acompanha anciosa a votação do Projeto de Lei Complementar 137/2015 que deve ser votada no próximo dia 15 de Maio, a PL estabelece as novas regras para a criação, incorporação, fusão e desmembramento de municípios.

No Amazonas, 45 comunidades reivindicam sua emancipação e podem ganhar status de município, entre elas Puru-Puru (Careiro Castanho); Foz do Canumã e Axinim (Borba); Itapeaçu (Urucurituba); Novo Remanso (Itacoatiara); Matupi (Manicoré); Caviana (Manacapuru/Beruri); Campina do Norte (Manacapuru); Mocambo e Vila Amazônia (Parintins); e Balbina (Presidente Figueiredo).

A mobilização e articulação da Federação das Associações de Desenvolvimento Distrital Emancipalista do Amazonas (FADDEAM) através de seu presidente João Taveira de Lima, o J. Lee, e dos diretores Fábio de Canumã e Reinaldo de Urucurituba, lutando pelo projeto de lei. Assim como o esforço de Paulo Pio (Balbina) Reinaldo (Itapeaçu), Raimunda Mota (Campina do Norte), Cleinir (Caviana), Binha, Pacheco e Nonato Belo (Novo Remanso), Raimundo Nonato (Mocambo), Renilda (Santo Antonio do Matupi), Madá (Cacau Pirera), Sabá Cordeiro (Janauacá), Frazão (Caiambé) e Marcos (Vila Amazônia).

O Projeto de Lei Complementar 137/2015 é fundamental para que o Brasil tenha regras claras não somente para criação, mas também para fusão e incorporação de muncípios. Com maior liberdade financeira e administrativa, os novos municípios poderão garantir uma oferta de serviços públicos mais eficientes à sua região.

Vale ressaltar que aprovação da lei não é a garantia definitiva para a criação das comunidades em municípios, o projeto lei autoriza os Estados a avaliarem cada caso. Mas Matupí oferece todas as condições para a sua emancipação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *