Home / Capa / HUMAITÁ ANUNCIA REPRODUCÃO INDUZIDA DE TAMBAQUI

HUMAITÁ ANUNCIA REPRODUCÃO INDUZIDA DE TAMBAQUI

Aconteceu na manhã desta quinta-feira (30) no CENTRO DE PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO PESQUEIRA DE HUMAITÁ o anúncio oficial da primeira Reprodução de Pós larvas de Tambaqui de forma induzida em nosso município. Inaugurado no ano de 2013 pelo ex-governador OMAR AZIZ o CENTRO PESQUEIRO DE HUMAITÁ nunca havia conseguido realizar esta sonhada reprodução de alevinos de forma induzida, o que agora aconteceu através da parceria entre Prefeitura de HUMAITÁ, governo do AMAZONAS e governo FEDERAL

Parabéns ao Diretor do IFAM  Jorge Nunes Pereira que disponibilizou os professores Edmar Lopes e Rafael Lustosa do IFAM que juntos com seus alunos do Curso Técnico em Pesca por terem realizado com sucesso a PRIMEIRA REPRODUÇÃO INDUZIDA DE ALEVINOS DE TAMBAQUI no Centro de Produção de Alevinos de HUMAITÁ com participação do Eng. SEBASTIÃO BATALHA e do técnico Amarildo dos Santos. transformaram este sonho em realidade.

A primeira Reprodução tem como resultado esperado atraves da pesquisa de Doutorado do prof. RAFAEL LUSTOSA aproximadamente 200 mil Alevinos de tambaqui.

“Tudo se conquista quando temos boa vontade em fazer, mesmo inaugurado há 04 anos atrás, somente agora na minha gestão, conseguimos este tão esperado momento, pelo qual parabenizo os professores e alunos do IFAM, assim também o engenheiro de pesca “Batalha” que junto com o professor Amarildo sempre buscaram esta reprodução, que vai reduzir os custos na compra dos alevinos para a criação de Tambaqui em cativeiro. Agora os alevinos que eram impotados de Rondônia se tornarão muito mais caros que comprar aqui em nosso Centro reprodutor o que vai gerar mais economia e menor preço na venda final ao consumidor”. Disse o prefeito Herivaneo

O desafio agora é conseguir manter em funcionamento este centro reprodutor que tem um custo material alto que precisa do apoio dos governos do estado e do municipio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *