Comissão do Estatuto do Desarmamento transfere instalação para amanhã

A instalação da comissão especial da Câmara, destinada a analisar a proposta que revoga o Estatuto do Desarmamento e a eleição do presidente, dos vices e a indicação do relator da matéria, foi adiada para amanhã (15), às 14h30m. A instalação estava prevista para hoje (14), mas teve que ser adiada por falta de entendimento sobre quem irá presidir os trabalhos.

O deputado Marcos Montes (PSD-MG) foi indicado pelo presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para presidir a comissão. No entanto, o deputado Cláudio Cajado (DEM-BA), que foi relator da proposta, no ano passado, se lançou como candidato avulso à disputa. Com isso, Marcos Montes pediu o adiamento do inicio dos trabalhos da comissão para amanhã.

O parecer apresentado no final do ano passado pelo então relator, Claudio Cajado, não chegou a ser votado pela comissão especial da época. Com o fim da legislatura, o projeto foi arquivado no final do ano, mas desarquivado no inicio da nova legislatura para retomar a tramitação na comissão e depois ser levado à votação no plenário.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *