Home / Capa / Amazonino prioriza ‘demandas’ de Pauderney na Seduc que já tem uma fatia do bolo do maior orçamento do Estado

Amazonino prioriza ‘demandas’ de Pauderney na Seduc que já tem uma fatia do bolo do maior orçamento do Estado

O deputado federal Paudrney Avelino, líder do DEM na Câmara dos Deputados, ainda não conseguiu, como deseja, o controle absoluto do maior orçamento financeiro do Estado, mais de R$ 2,2 bilhões, mas de acordo com fontes do Fato Amazônico uma fatia do bolo, já está no papo. A atenção que o governador Amazonino Mendes (PDT) tem dispensado às “demandas” do parlamentar na Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) tem deixado aliados receosos com os resultados negativos que a iniciativa pode gerar à imagem da gestão do “Negão”, principalmente, no período pré-eleitoral.

Com grande rejeição do eleitorado por conta de suas votações no Congresso em favor do presidente Michel Temer (MDB), já de olho nas eleições de outubro, Pauderney tenta usar a Secretaria de Educação para popularizar seu nome por meio das indicações de gestores em departamentos estratégicos.

O desejo desenfreado do deputado federal em ser o comandante das decisões da Seduc foge ao controle do próprio titular da pasta, Lourenço Braga, que se mostra totalmente omisso às investidas do deputado do DEM, seguindo a orientação do próprio governador.

Para aliados de Amazonino, a permissão dada a Pauderney para atuar politicamente na Seduc e a falta de conhecimento técnico de Lourenço Braga devem gerar um passivo eleitoral irreversível à administração  por se tratar de uma pasta que alcança um grande número de pessoas diretamente. São 31 mil professores e 443 mil alunos.

A falta de preocupação do governo com o futuro pedagógico da Seduc tem deixado educadores e pais de alunos mais insatisfeitos com Amazonino uma vez que ele transformou a pasta em uma instituição voltada a atender interesses políticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *