Home / Amazonas / Amazonino Mendes assina contrato de R$ 24,6 milhões para construção de 300 unidades habitacionais em Manaus
Manaus, 10/01/2018. O governador Amazonino Mendes e os superintendentes de Habitação do Amazonas (Suhab), Diego Afonso, da Caixa Econômica, Mário Tonon, assinaram nesta quarta-feira (10), na sede do Governo, um contrato no valor de R$ 24,6 milhões para a construção de 300 unidades habitacionais, em Manaus. Clóvis Miranda / Secom

Amazonino Mendes assina contrato de R$ 24,6 milhões para construção de 300 unidades habitacionais em Manaus

O governador do Amazonas, Amazonino Mendes, o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Mário Tonon, e os titulares da Superintendência de Habitação do Amazonas (Suhab), Diego Afonso, e da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Oswaldo Said, assinaram, nesta quarta-feira (10/01), na sede do Governo, bairro Compensa II, zona oeste, um contrato no valor de R$ 24,6 milhões para a construção de 300 unidades habitacionais, em Manaus.

 O governador Amazonino Mendes e os superintendentes de Habitação do Amazonas (Suhab), Diego Afonso, da Caixa Econômica, Mário Tonon, assinaram nesta quarta-feira (10), na sede do Governo, um contrato no valor de R$ 24,6 milhões para a construção de 300 unidades habitacionais, em Manaus.

Conforme Diego Afonso, os recursos são referentes a duas emendas (coletiva e individual) da bancada federal do Amazonas, em Brasília (DF), liberados por meio do Ministério das Cidades. “O próximo passo agora é aprovar o terreno e o projeto do residencial, e depois começar a obra o quanto antes. A previsão é que dentre de dois meses serão aprovados tanto os projetos do terreno quanto do residencial e, o mais tardar no fim de junho, a obra começa”, afirmou.

A Suhab está elaborando o projeto de construção e analisa terrenos, nas áreas do Viver Melhor 4, zona norte, e no bairro João Paulo, zona leste. O recurso, já disponível ao Governo do Estado, vai permitir a construção de imóveis da categoria da Faixa 1, para renda de até R$ 1,8 mil.

O público beneficiado é com renda de até R$ 1,8 mil. Existe uma listagem dentro da secretaria e o sorteio vai ser priorizando essas famílias que já têm cadastro”, frisou Diego Afonso.

Foto: Clóvis Miranda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *