Home / Amazonas / Amazonas aumenta preço de referência do diesel em R$ 4 centavos

Amazonas aumenta preço de referência do diesel em R$ 4 centavos

O Amazonas está entre sete estados que elevaram o preço do diesel desde o dia 1º de junho, num momento em que o país vive a turbulência da “guerra” travada com caminhoneiros durante sete dias por causa da alta do preço do produto.

O litro do diesel que custava R$ 3,55, pela tabela de referência do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), entre 16 e 31 de maio, passou para R$ 3,59 na sexta-feira passada. O preço da tabela de referência do Confaz é indicador para os donos de postos cobrarem o valor que quiserem (foto).

De acordo com a tabela de referência Confaz, publicada no G1, em vigor desde o dia 1º de junho, o preço do diesel foi elevado, além do Amazonas, nos estados do Acre, Alagoas, Paraíba, Rio de Janeiro, Rondônia e Tocantins.

A maior alta foi em Alagoas, onde o preço de referência aumentou R$ 0,22, seguida por Tocantins, com aumento de R$ 0,17 por litro e Acre, com elevação de R$ 0,14.

O preço de referência do diesel usado pelos governos estaduais para a cobrança do ICMS subiu em sete estados nesta primeira quinzena de junho, na comparação com o período entre 16 e 31 de maio, o que deve dificultar que o desconto de R$ 0,46 por litro anunciado pelo governo chegue imediatamente até as bombas de todos os postos do país.

A alíquota de ICMS sobre o diesel varia entre os estados e tem como base de cálculo o Preço Médio Ponderal Final (PMPF), fixado a partir de pesquisas e cujo valor é publicado pelo Confaz a cada 15 dias.

Veja os estados que elevaram preço de referência do diesel.

Estado  Valor entre 16 e 31 de maio  Valor desde 1º de junho  diferença
AC 4,1219 4,2665 0,1446
AL 3,6503 3,8705 0,2202
AM 3,5569 3,5933 0,0364
PB 3,44 3,5687 0,1287
RJ 3,602 3,63 0,028
RO 3,687 3,792 0,105
TO 3,37 3,54 0,17

 

Apenas em quatro estados, houve queda no preço de referência do diesel: São Paulo, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Paraná, o que contribui para o repasse do desconto para o preço cobrando nas bombas nestes estados. Destes estados, apenas o ES antecipou o desconto de R$ 0,46. Em SP, a queda foi de R$ 0,37; no Paraná, diminuição de R$ 0,25; e no MS, redução de R$ 0,08.

 

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *