PREFEITURA DE HUMAITÁ TENTA SALVAR ORLA MARÍTIMA
Por: Chaguinha de Humaitá
sábado, 22 de janeiro de 2011
A secretaria de infraestrutura cobriu parte da orla com lona plástica.
A secretaria de infraestrutura cobriu parte da orla com lona plástica.
HUMAITÁ (AM) - A Prefeitura de Humaitá através da secretaria de infraestrutura mobilizou nesta manhã de sábado uma equipe de funcionários para estender lona ao longo do barranco que fica as margens do Rio Madeira, esta ação é uma tentativa de conter o desbarrancamento que vem acontecendo diariamente naquele local.

Esta é a primeira intervenção da prefeitura de Humaitá no local, segundo o secretário de infraestrutura “Dr. Chico Doca”, o objetivo desta ação é para diminuir o risco de deslizamento no local devido às infiltrações que acontecem diariamente sem esta cobertura, para o secretário, o problema não será resolvido, tentaremos apenas amenizar a situação já que o município não tem maquinário adequado para conter a queda do barranco. O aumento das chuvas esta deixando a terra solta ainda mais pesada ocasionando o deslizamento constantemente, com a cobertura da terra Chico Doca acredita que diminuirá o risco evitando que a terra fique molhada e as infiltrações diminuam com a proteção da lona.

A Praça da Santa já caiu algumas partes da calçada e já estão colocados cavaletes alertando o perigo para as pessoas que se aproximarem do local, que é bastante frequentado nos finais de tarde as margens do Rio Madeira.

O desbarrancamento vem acontecendo rotineiramente e agora já coloca em risco o Posto Marilú que já isolou sua parte de trás devido a queda de parte de sua construção. Este já é um prejuízo grande e que pode trazer risco eminente aos que por ali trabalham já que, o posto continua funcionando normalmente com abastecimentos diários aos seus clientes proprietários de embarcações e veículos motorizados. Estivemos no local para falar com o empresário Paulo Sérgio Lobato mais o mesmo não estava presente.

O abandono das obras ocasionado pela empresa encarregada da construção da Orla da cidade deixou vários empresários e funcionário sem receberem seus pagamentos, gerando um prejuízo milionário na cidade, segundo informações, a empresa deixou Humaitá sem o conhecimento da Secretaria de Infraestrutura do Governo do Amazonas, e o pior desmontou sua usina de asfalto da noite para o dia levando seus maquinários repentinamente, inclusive os que estavam presos como garantia de pagamento dos credores na cidade, deixando uma imagem ruim para nossos políticos, que nada fizeram para conter a fuga da cidade de Humaitá.

Informações da cidade de Manaus dão conta de que, uma equipe de “fiscais do governo” já estão se deslocando para o local com o objetivo de realizarem um levantamento minucioso do que ficou inacabado na cidade de Álvaro Maia.

Redação
www.acriticadehumaita.com.br


fonte: Redação 2094 leituras.
 
 P U B L I C I D A D E
Acritica
Acritica
Acritica
Acritica
 
 
   
ACRITICA DE HUMAITÁ - NOTICIÁRIO 24 HORAS
contato@acriticadehumaita.com.br
Fones: 092 3681-5499 / 8208-3858
Drsenvolvido por RGBAM - Representações e Soluções Web.